Minha experiência com: Kamaleão Color

Conhecidos pela sua linha de pigmentação capilar, a Kamaleão Color tem diversas opções de cores fantasias para quem gosta de manter o cabelo sempre vivo e saudável.

Imagem: Projeto Diy

As máscaras pigmentantes além de cheirosas (tem cheirinho de chiclete!), são veganas, não testam em animais, não usam matéria prima animal e são liberadas para uso low poo. Hidrata o cabelo, e pode ser usado em mais de uma aplicação por vidrinho, sendo que a pigmentação pode durar até dois meses no cabelo com variações de cores a cada lavagem.

Para conhecer a linha, eu comecei comprando dois tons para teste: Flamingo e Boto Rosa. Um para o cabelo todo e outro para as pontas. Porém comecei testando só o Flamingo no cabelo todo, que já tinha como base um tom ruivo claro. O resultado da primeira aplicação ficou assim:

Foi o mais tom mais vermelho que meu cabelo já chegou, mas eu amei. E por isso, deu até vontade de pintar assim em definitivo. Mas foi aí que ao lavar novamente, descobri porque a pigmentação chama “Kamaleão”! Ganhei outro cabelo:

Um mês depois, com lavagens quase todos os dias a cor resistiu e se manteve bastante viva, de forma que o meu ruivo antigo ainda não voltou e possuo tons avermelhados em todos os fios.

Avaliação Final: Estou completamente ansiosa por testar o rosa. O custo benefício da Kamaleão é ótimo, o produto chega rápido ao confirmar pagamento e o cheiro é realmente maravilhoso. Vale a pena!

Para comprar acesse o site da Kamaleão Color.

Decoração: Nosso Cantinho

Eu não sou nenhuma decoradora profissional, mas gosto muito desse assunto. Assim como a moda, a decoração sempre me despertou muito interesse, de forma que sempre pesquisei cantinhos bonitos na internet pra me inspirar e poder colocar em prática um dia quando tivesse minha casa. Por isso decidi compartilhar com vocês.

Em 2014, noivei com o João Marcus, e começamos a pensar como seria um cantinho nosso. E obviamente, por gostarmos de basicamente as mesmas coisas na cultura pop eu já comecei a comprar pequenas coisas que aqui e ali foram compondo aos poucos o que seria nosso apartamento.

Minha primeira aquisição de todas foi um relógio de vinil, com o tema do filme “O Hobbit”. Nós gostávamos muito dos filmes e acompanhamos todos no cinema. Não poderia ter sido diferente. Seguido do relógio, comecei a comprar capachos e outros quadros. No fim das contas, nossa sala ficou assim:

Porta retratos coloridos é uma das coisas que eu mais amo. Fotos pela casa toda.

Na cozinha conjugada com a copa eu quis fazer da geladeira uma espécie de mural de memórias, todos que visitam sempre param pra ficar vendo os ímãs com fotos. Mais quadrinhos e até mesmo um adesivo de quadro negro foi o que eu escolhi pra enfeitar as paredes.

Baleiros Star Wars

Nosso quarto de solteiro foi transformado em um escritório. Temos muitos livros distribuídos em duas estantes brancas e figuras da cultura nerd, então a parede foi enfeitada com pôsteres e juntamos todos os colecionáveis nesse espaço.

O quarto de casal não foge do conceito nerd não! Apostamos em comprar roupas de cama de filmes e jogos que amamos, então se não estiver de Star Wars, está de Harry Potter, se não é de Harry Potter está de Super Mario World:

Por fim e não menos importante, sempre gostei de receber convidados em casa e especialmente de aniversários. Para isso, fiz uma caixa de coisas de decoração de festa como: balão, canudo colorido, bandeiras, etc, e sempre uso em datas especiais.

Para mais fotos da minha casa acesse meu Instagram!

Minha experiência sobre: Cirurgia Bariátrica

Quem me conhece a vida toda sabe que eu luto desde minha pré adolescência com algo que nunca me deixou em paz: emagrecer.

Comic Com Experience 2017

Dos meus onze anos até os 14, eu fui gorda. Aos 15 eu consegui chegar ao meu peso ideal, que com o passar dos anos foi mudando em um eterno “efeito sanfona”. E lá estava eu de novo: gorda.

Pra uma adolescente em um mundo que discrimina tanto meninas que não se encaixam em determinado padrão de beleza, eu me coloquei em constante sofrimento por anos. Devo confessar que passei por um processo muito triste de baixa auto estima minha vida toda, e me aceitar foi extremamente doloroso. Passei por todo um processo de dietas e exercícios, fazendo disso um processo nada saudável em busca de uma imagem perfeita. Até na vida adulta, com todo esse processo de empoderamento feminino dos últimos anos, começar a me aceitar mais e colocar em mente que se eu não me aceitasse eu nunca seria feliz. Taquei o foda-se e decidi que eu era plus size sim, mas estilosa e querida.

Nesse ponto você deve estar se perguntando o motivo de eu ter decidido fazer a cirurgia então, já que eu já havia me aceitado, né mesmo? Aqui vai: No final de 2017 uma prima minha estava no processo pra fazer cirurgia, e eu como alguém que nunca havia considerado essa opção, depois de tentar praticamente tudo, não enxergava que isso poderia servir pra mim. Minha mãe me disse que eu deveria tentar também: “Por que não?”. Então o fiz. Fui na primeira consulta aberta a ouvir o que o médico tinha pra me dizer, e ele me disse exatamente o que eu já não achava possível: “Você tem IMC pra isso. Faça os exames que a melhor opção para você é o bypass”.

Pra quem não sabe, a cirurgia bariátrica possui várias formas de ser feita, sendo as mais famosas a bypass e sleeve, que cortam o estômago de formas diferentes. A bypass é conhecida por auxiliar com uma perda de peso maior, e portanto é a cirurgia mais feita em obesos no Brasil.

Fiz exames dos mais diversos tipos: de sangue, pulmão, veias da perna (trombose), coração, psicológicos, nutricionais, esteira, raio x, etc. E em todo o processo tive acompanhamento de uma equipe especializada no assunto que conversaram comigo sobre como tudo isso poderia me dar uma nova perspectiva de vida. A verdade é que quanto mais os anos passavam, mais peso eu ganhava. E com tanto peso, exercícios se tornaram algo extremamente dolorido, tornando impossível conseguir fazer academia ou caminhadas me colocando em um eterno looping: engordar sem freio e nunca mais conseguir emagrecer.

Fotos de corpo inteiro foram raridade minha vida quase toda. E se tirava, não postava nas redes sociais ou escondia atrás de alguém.

Eu não tive nenhuma complicação além do IMC alto. Meus exames mostraram que apesar de obesa eu não tinha colesterol alto, diabetes ou coisas do tipo, mas poderia vir a ter se continuasse como estava. Meu fígado estava com princípio de ter gordura, e como podem imaginar a solução pra tudo isso era exatamente essa: cirurgia bariátrica.

Ao finalizar o processo de três meses de exames de acompanhamento a minha mudança de vida ganhou data: 26 de março. No dia 24 de março comecei a minha dieta liquida: somente Gatorade, água, caldo coado e água de coco. Foram dias difíceis, já que estávamos com uma viagem marcada que me mostrou que o mundo não para quando você possui restrições, logo, se acostumar com todo mundo comendo tudo que tem direito enquanto sente fome foi meu primeiro desafio.

O caldo não deve ter pedaços, e o tempero tem que ser natural.

No dia da cirurgia eu já não sentia mais receio de nada. Com um grupo de amigos e pessoas amadas eu estava preparada para tudo. Fui internada na tarde de segunda no hospital Santa Genoveva. Liberada do hospital na terça 22hrs.

A rotina da semana da cirurgia consiste em tomar injeção anti trombo durante 4 dias na barriga.

Acostumei com uma rotina de fazer uso de uma meia de pressão na perna para melhor circulação do sangue, beber a dieta liquida de meia em meia hora de copinhos de café, andar 15 minutos a cada uma hora, fazer exercícios pulmonares com auxílio do Respiron, tomar os suplementos e evitar grandes esforços.

No terceiro dia já não sentia mais dores dos gases que são formados no pós cirúrgico, e levar a rotina se tornou mais fácil. Pude visitar meus avós, ir ao meu apartamento ver meus cachorros, receber visitas em casa: tudo sempre respeitando o horário da alimentação e medicamentos.

Hoje com cinco dias de cirurgia posso dizer que admiro muito quem decide fazer a cirurgia, pois definitivamente não é fácil. Todas as decisões grandes na nossa vida contam com muita ousadia e força de vontade, e só quem passou por essa experiência pode contar sobre como é uma vitória. Mas até aqui não posso me queixar. Só me resta torcer por bons resultados e compartilhar com pessoas que também pretendem passar pela mesma experiência como foi comigo. Desejo a vocês sorte! Sejam fortes! Vai dar tudo certo!

 

Recebi plaquinha de porta no hospital e flores também!

Minha equipe médica em Uberlândia:

Clinica LEV

Av. Getúlio Vargas, 1700, 3° andar B. Daniel Fonseca – Uberlândia/MG

CEP 38400-434 Fone: (34) 3217-7070

Lugares para conhecer: Restaurantes de Uberlândia

Todo mundo que me conhece sabe que sou frequentadora assídua de novidades na cidade. Sempre que abre um lugar com coisas diferentes para comer eu vou lá e experimento, e as vezes até fotografo para compartilhar com quem me segue nas redes sociais. Por isso vou fazer aqui um post com algumas das minhas melhores experiências de sugestões para vocês.

  1. Z Burgers

Localizado na  Rua Prof. Pedro Bernardo 77, no Centro. A Z Burgers é de longe o local com lanches artesanais mais criativos que Udão tem.

Eles fazem sanduiches com os ingredientes mais inusitados como geleia de cebola roxa, goiabada, rapadura e até farofa de avelã. Parece bizarro? Ok, até você provar. É uma delícia!

Foto tirada em casa já que não perdemos a oportunidade de trazer sanduiches deles quando estamos no centro. Olha esse bacon!

O bacon deles é o mais sequinho da cidade, e não tem como negar que o sanduíche é enorme e sacia a fome com certeza. Pra quem não come carne eles tem opção vegetariana e fazem uma mandioquinha à parte também!

Além disso são únicos até na sobremesa, já que são os primeiros em Uberlândia a servir milk-shake de bacon e cestinha de bacon com sorvete.

2. Bella Sicília Ristorante

Esse lugar é especial pra mim. Conheci ao acaso em um aniversário de relacionamento com o João e me apaixonei.

O Bella é um restaurante italiano, mas bem tradicional mesmo. As massas são todas frescas e feitas lá no restaurante com o maior carinho do mundo. A decoração é toda linda, com iluminação romântica que te remete à uma cantina da Itália de uma família que passou suas tradições de pai para filho. E o melhor de tudo é o pão fresco que eles servem antes da refeição que você pode comer com seu pedido.

Uma dica: Experimente o Romeo e Giulietta. É um sorvete artesanal de queijo com um bolinho quente de goiabada que é muito maravilhoso.

Endereço: Rua Tiradentes 53, Centro.

3. Mercado do Japonês

O Mercado do Japonês, ou Bar do Mercado, é o Box 6 do Mercado Municipal e apesar de não ser espaçoso é cheio de coisas de toda a Ásia para comprar.

Além de contar com uma loja de produtos asiáticos, eles detém o título de melhor yakisoba de Uberlândia. Uma marmita e você serve pelo menos duas pessoas. E pode ainda comprar uma variedade de sushis e sashimis, tudo feito na hora.

4. Chefe Espeto

O Chefe inaugurou em Uberlândia na Av. Nicodemos Alves dos Santos 321 em 2016 e ficou popular bem rapidamente.

Eles são especializados em espetos de carne e sanduíches que são vendidos em forma de combo: Espeto Ou Sanduiche + Molho à sua escolha + Mandioca Chips. E é tudo temperado de forma tão especial que não tem como ignorar o diferencial desse lugar!

E se você adora um doce, essa dica é a melhor: peça o churro mineirim, que é nada mais nada menos do que queijo coalho coberto de doce de leite, farofa de açúcar mascavo e canela! HMMM!

5. Villa 13 Doceria Gourmet + UAI Cakes + Cantinho Doce

Essa dica é para quem ama sobremesas!

Sabe essas taças lindas que transbordam de tanto recheio? Pois é, aqui em Uberlândia se popularizou muito! E como eu amo, fui em três dos melhores lugares para isso e amei.

Coração de creme de morangos do Cantinho Doce.

Para quem mora no Santa Mônica, o Cantinho Doce é uma opção gostosa e de todas as três a mais em conta. Eles vendem bolos, doces, taças, casquinhas recheadas e até mesmo opções salgadas como sanduiches e crepes.

Localizada na Av. Belarmino Cotta Pacheco, 1136 o espaço é delicado e aconchegante, e tem sempre uma novidade do dia.

Taças Cantinho Doce.

A Uai Cakes possui duas unidades, e pode ser encontrada tanto na praça do segundo piso do Center Shopping quanto na Av. Rondon Pacheco, 635, Sala 05. Eu conheci as duas unidades e o atendimento é o mesmo, porém a loja da Rondon é muito mais charmosa, e a decoração rústica é apaixonante.

Taça Uai Cakes.

Eles também servem opções salgadas como coxinha e sanduiches com batatas, mas nada supera os doces, principalmente os com frutas vermelhas.

Taça Villa 13.

A Villa 13 não é só a minha favorita das três opções, como é a opção mais cara. Sim, a doceria é localizada em lugar nobre da cidade, o que justifica um preço mais alto em suas opções do cardápio. Mas se isso fosse um top 3, eles estariam em primeiro lugar.

As taças são impecáveis, e dá pra dividir com um amigo tranquilamente! Além disso, eles possuem uma torta no cardápio em homenagem à musa da moda uberlandense, Thássia Naves, já que é lá que ela encomenda suas sobremesas.

Endereço: Av. Rondon Pacheco 4651 (Em frente ao Villa Altamira, rumo Uberlândia Shopping)

6. Bônus: Bacio Di Latte

Eu conheci essa franquia de gelattos em São Paulo e não via a hora de chegar na nossa cidade… Até que finalmente aconteceu em 2017! Eles fazem gelatto artesanal, que no calor é maravilhoso! Os sorvetes são de uma qualidade sem comparação, e eles vendem casquinhas com Nutella com pedaços de avelã que é divino.

7. L’Entrecôte de Paris

Fui na L’Entrecôte como um ato de amor por mim mesma. Fazia tempos que eu queria ir, e um dia, com meu marido trabalhando no fim de semana eu pensei “por que não?”, e amei.

Eles servem esse prato francês, o L’Entrecôte, que é composto de uma carne extremamente macia, batatas fritas e um molho secreto que leva horas para ficar pronto antes do estabelecimento abrir. Mas a melhor parte é que durante a refeição os garçons vão as mesas periodicamente servindo mais batatas e refil de molho, o que deixa a refeição do tamanho da sua fome.

Endereço: Center Shopping, segundo piso. No antigo Keiretsu.

8. Caramel Sweet & Salt

A Caramel é uma franquia de pratos nobres, localizada no espaço antigamente conhecido como Mousse Cake no Center Shopping. É excelente para almoçar em ocasiões especiais, e tem sempre a Caramel Week (Promoção com entrada, prato principal e sobremesa com preço fixo) para te arrastar para lá em dias comuns.

Eles servem risotos e massas diversas, além de bebidas especiais que você só encontra lá.

9. Café Aruba Gastrobar

Nem todo mundo vai ao Café Aruba para comer, até porque o bar com tema mexicano é pura diversão por si só. Eles possuem atrações musicais que tocam no final da noite, mas antes disso tem sempre DJ tocando e quando as luzes coloridas são ligadas para os mariachis passarem com a arminha de vodka na boca dos aniversariantes, os dançarinos ensinam passinhos que chamam uma galera para a frente do salão.

O cardápio conta com pratos mexicanos e uma grande variedade de drinks, mas o mais famoso é o “Muy Loco” regado a cerveja e outros destilados.

10. Fit Cakes Udi

E se nenhuma opção dessa lista te convenceu, porque você está de dieta ou prefere levar uma vida mais leve, que tal uma confeitaria artesanal especializada em low carb? Sim, existe aqui em Uberlândia! Se trata da Fit Cakes, lojinha online que vende brownies, bolos, pães e até bombom no pote com zero carboidrato.

As meninas da Fit Cakes fazem tudo por encomenda na cozinha de casa mesmo. E vale muito a pena, já que a vontade de comer doce é sanada facilmente com uma bandejinha delas. É só entrar em contato com a Priscila Pêgo ou com a Fernanda Medeiros através da página.

Brownie LowCarb.

 

Gostaria de uma nova lista gastronômica da cidade? Visitou algum desses lugares e tem uma opinião diferente? Comenta aqui! Divide comigo!

 

Todas as fotos desse post são de minha autoria. Favor, não usar nenhum conteúdo sem autorização.

Sou plus size e gosto de moda, e agora?

Quando comecei a namorar eu tinha 15 anos, pesava 70 kilos, e pros meus 1,73m de altura todo mundo achava que eu estava no meu auge de boa forma! Mas com o passar dos anos e namoro eu ganhei peso. Bastante. E não foi só porque programa de namorados se resume em sair pra comer não. A minha rotina mudou, minha vida mudou.

Foto By Nika Fadul

Toda mulher sabe como é difícil crescer, passar pela adolescência e chegar na fase adulta nessa sociedade que dita tantas regras de beleza em cima da gente. Mulheres que engordam sofrem muito. Ouvem muito palpite e as famosas frases prontas que insistem em dizer para acabar com nossa auto estima. Eu mesma ouvi muitas e muitas vezes sobre como “meu rosto é lindo, pena que tô cheinha”. Pena, né? Mas é quem eu sou no momento, e eu preciso me sentir bonita assim, porque peso não tem nada a ver com sua beleza.

Mulheres são lindas. Todas elas. Os cabelos, a pele, o sorriso. A gente precisa só parar de julgar e padronizar um tipo de beleza só.

Eu mesma tentei diversas coisas diferentes para emagrecer por pressão alheia. Fiz dieta, fui em nutróloga e nutricionista, fiz spinning, fiz musculação, fiz caminhada. Tentei de tudo mesmo. Mas a verdade é que eu não perdia peso. E nunca fui doente por isso.

Antes do meu casamento eu fui na nutróloga e até remédio ela me passou. Eu jantava sopa sem carne todo dia. Só comia vegetais. E sabe o que aconteceu? Casei gorda.

Um dia finalmente eu parei de me torturar tanto. Assim, do nada mesmo.

Eu ainda sofro por isso? Sim, seria mentira dizer que não! Eu cresci ouvindo a vida toda que o que sou e como sou é feio. E tirar isso da cabeça de um dia pro outro não é fácil. Mas eu consigo lidar bem melhor com isso. Quase sempre. E o que me ajudou com isso? Ter meu estilo.

Ontem li em algum lugar que a moda diz “nós também” e o estilo diz “eu unicamente”. E em uma cidade em que todos usam vestidos longos, tubinho e salto alto, qualquer acessório diferente que eu usasse virava novidade.

E a verdade é essa: a moda nem sempre abraça todos os tipos de corpos. E não abraçou o meu muito bem. Mas eu consegui dar a volta por cima e fazer as coisas do meu jeito.

Quando tentei comprar roupas pela internet, eu não conseguia fazer os tamanho GG me servir como mostrava na foto da modelo. Mas os acessórios, esses sim são super acessíveis a qualquer pessoa. Foi quando percebi isso, que os óculos e bolsas se tornaram minha paixão, e são eles que compõe todo e qualquer look que eu monte de forma maravilhosa.

Em alguns anos eu já tinha comprado óculos e bolsas suficientes pra nunca repetir acessório durante um mês pelo menos. Cada roupa sempre tem um óculos diferente. Isso acabou até sendo uma espécie de marca registrada minha.

Resumindo esse papo todo, a minha dica para você que gosta de se sentir bem mas está acima do peso é: você é como é, e se não consegue perder peso, não tem como parar de viver por isso, por isso tenta se sentir bem na sua pele um pouquinho. Se dê essa chance. A roupa da moda não serve? Investe em acessórios. Manda fazer uma roupa legal. Só não se martirize por isso.

Quem ama você, ama quem você é do jeito que é.

 

Dicas de loja: Ui Gafas, Enjoei (apesar de ser bazar sempre tem coisa novinha), Renner.

 

Um novo recomeço

Estamos em 2018, no comecinho do ano, e como tudo que começa de algum lugar, esse site está começando hoje a sua segunda chance.

Em 2017 eu comecei essa ideia louca de investir em publicar meus textos e minhas fotos para meus amigos que gostavam muito do meu Instagram. Tive muito apoio do meu marido, minha cunhada e amigos, e portanto, passei quase um ano investindo dinheiro nesse domínio através da Hostgator.

Com o notebook estragado e sem ter como postar no site, os meus poucos posts ficaram guardadinhos, até que eu pudesse ter a oportunidade de retomá-lo. Mas só em dezembro de 2017 deu tudo certo para que isso pudesse acontecer… Quer dizer, quase tudo! Com problemas com o servidor que deletou meu conteúdo e não tinha backup disponível, precisei cancelar o serviço e começar tudo de novo… Valeu, Cubix!

Então sim, esse é um novo site! Repaginado!

E que 2018 seja um bom ano pra ele… Conto com o apoio de vocês!